sábado, julho 15, 2017

111 Discos Portugueses, A Música na Rádio Pública


Sob o pretexto dos 80 anos da rádio pública em Portugal surge, publicado pelas Edições Afrontamento, o livro "111 Discos Portugueses, A Música na Rádio Pública". 
Nuno Reis, Henrique Amaro e Luís Oliveira, responsáveis máximos da Antena 3, coordenaram a edição desta obra, que como o titulo deixa adivinhar trata de edições discográficas "fundamentais para contar a história da música nacional e, em paralelo, a da rádio pública no nosso país”.
Poderia ter-se optado por um escolher um número redondo, como é habitual neste tipo de acontecimentos, mas logo aqui pretendeu-se ousar, "abrir espaço para discos mais recentes, ou estranhos, provavelmente condenados ao sacrifício, se a lista fosse mais curta", mas a lista junta nomes como Amália, Milú, Alfredo Marceneiro, Sheiks, Quarteto 1111, Carlos Paredes, Duo Ouro Negro, José Afonso, carlos do Carmo, Júlio Pereira, Heróis do Mar, Lena D'Água, António Variações, Underground Sound Of Lisbon, Clã, Da Weasel, Sam The Kid, Cool Hipnoise, Rodrigo Leão ou B Fachada, com textos explicativos e pessoais de Adelino Gomes, Álvaro Costa, António Macedo, Fernando Alvim, Henrique Amaro, Inês Meneses, Isilda Sanches, Jaime Fernandes, João Gobern, José Mariño, Júlio Isidro, Luís Filipe Barros, Luís Oliveira, Miguel Esteves Cardoso, Nuno Calado, Nuno Galopim, Nuno Reis, Pedro Gonçalves, Ricardo Saló, Rui Estêvão, Rui Miguel Abreu, Rui Pêgo, Rui Portulez, Zé Pedro, entre muitos outros.
Uma memória visual e escrita para as futuras gerações.


Sem comentários: